Flop

FLOPS, heróis de alguns, terror de outros, conforto de muitos… Não entendeu?! O Glossário Geek te explica.

FLOP: palavra da língua inglesa, como verbo significa cair ou despencar e como substantivo fracasso, fiasco ou decepção.

No mundo dos consoles e PC’s flops tem outro sentido, ele é um acrônimo para “Floating Point Operations Per Second” ou operações de ponto flutuante por segundo, que é uma unidade de medida para estimar a capacidade de processamento do dispositivo, e aqui quanto mais flops melhor.

Porém, popularmente, o termo flop é usado como uma gíria para dizer que algo não deu certo ou frustrou as expectativas, seja um filme, série, post, perfil, produto ou serviço.

Mas quem determina que algo flopou ou não? Bom, um martelo não é batido sobre isso, então podemos dizer que é algo do momento; algo que flopou hoje pode “hitar” (fazer sucesso) daqui um tempo. Podemos citar aqui Vincent van Gogh que durante sua vida teve suas obras flopadas e hoje em dia elas fazem muito sucesso.

E quando determinado filme ou série “Flopa”, o que acontece? Muitas vezes isso leva ao fim da sequência e até mesmo ao fim da produtora, principalmente quando essa faz um investimento alto e acaba por se frustrar com a baixa audiência. 

Podemos citar exemplos de franquias que “floparam” e não conseguiram se reerguer, apesar de um bom início: “Divergente” e “Maze Runner”; além de filmes que sequer conseguiram uma sequência como “Eragon” (2006) e “Lanterna Verde”(2011). Ah, também temos exemplos de filmes que “floparam” no seu lançamento e passaram a ser valorizados ao longo do tempo como “Blade Runner” e “Clube da Luta”.

Por fim, mas não menos importante, mesmo sendo Flip FLOP, o chinelo de dedo, nunca vai flopar.

.

.

.

#prismaespaçogeek #prisma #pmpf #cultura #tecnologia #educação


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *