Dia do Cinema Nacional

Se você também é fã da sétima arte, principalmente do cinema nacional, prepare-se para uma maratona com seus filmes “brazucas” preferidos, pois é dia de comemoração!

No dia 19 de junho é comemorado o dia do Cinema Nacional. A data surgiu em homenagem às primeiras imagens registradas em movimento no território brasileiro, feitas pelo ítalo-brasileiro Afonso Segreto em 1898, que fez filmagens na entrada da baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, a bordo do navio francês, Brésil.

Essa filmagem é composta por imagens que registraram as fortalezas e navios que ali estavam ancorados. Acompanhado de seu irmão, Segreto deu início à cultura nacional cinematográfica brasileira, ficando conhecido como o primeiro cinegrafista e diretor do país.

Inicialmente, as produções do cinema brasileiro eram apenas pequenos documentários, que aos poucos foram evoluindo para filmes autorais.

Os primeiros grandes desafios dos cineastas iniciantes eram a falta de materiais adequados e, em alguns lugares, a falta de energia elétrica para a criação de salas de cinema para a projeção dos filmes e consequentemente a falta de público.

De lá para cá, o cinema nacional passou por muitas mudanças e reinvenções constantes, alguns em decorrência de crises, de desvalorização e até de falta de financiamento.

A evolução do cinema nacional foi gradual, e as produções autorais foram ganhando cada vez mais espaço, com o premiado “Central do Brasil”, passando por adaptações da literatura nacional, como inesquecível “Auto da Compadecida”, baseado na obra de Ariano Suassuna, que diverte os espectadores até os dias de hoje.

O cinema nacional vem ganhando cada vez mais espaço e destaque em âmbito internacional com obras que trazem uma crítica social como “Bacurau” e comédias deliciosas que divertem e emocionam o telespectador, como o filme “Minha Mãe é Uma Peça”.

O cinema nacional segue se reinventando para que as obras nacionais recebam o seu destaque merecido, pois há uma riqueza na diversidade das obras que são entregues ao público, que transitam entre filmes comerciais, documentários, curtas-metragens e /ou expressões artísticas.
.
#prismaespaçogeek#pmpf#cultura#tecnologia#educaçao


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *